NOTÍCIAS

Dom Pedrito – Magistério na expectativa da promessa do Abono

O Magistério Público Municipal de Dom Pedrito vive um momento de grande expectativa nesta reta final de janeiro, aguardando que seja cumprida a promessa feita pelo Executivo Municipal, em dezembro passado, do pagamento de um abono e/ou aumento que compense, ainda que parcialmente, o não pagamento, até agora, do Piso Nacional do Magistério. Como os leitores hão de se recordar, durante muitos dias seguidos os professores fizeram manifestações em frente à prefeitura e carreatas pelas ruas da cidade, liderados pela professora Rosemeri  Martins dos Santos. Na oportunidade, também o Sindicato dos Municipários, presidido por Jesus Adriano Ataídes Rodrigues, foi solidário às reivindicações da categoria.

 

No dia 16 de dezembro de 2013, foram divulgados dois documentos: o Ofício GS/SEFAZ/DP – 152/2013, em que a secretária da Fazenda, Aretuza Florit Moura Arrué, reporta-se ao prefeito Lídio Dalla Nora Bastos, manifestando: “Venho por intermédio deste, informar, conforme estudos de escrituração orçamentária, o Abono aos professores somente será possível de ser efetivado em janeiro de 2014, valor esse referente ao depósito constante na conta da Caixa Econômica Federal, que já é do conhecimento da classe reclamante”. E outro, em que o prefeito dirige-se ao presidente do Sindicato dos Municipários, afirmando: “Ao cumprimentá-lo cordialmente, venho por meio deste comunicar que será pago no mês de janeiro de 2014 um Abono e ou Aumento aos professores municipais (ativos e inativos), de acordo a possibilidade de escrituração orçamentária do município, valor esse referente ao depósito existente na Caixa Econômica Federal, conforme comprovantes que estão em posse desse sindicato. Sendo o que tínhamos a comunicar, certos de que com esse gesto estaremos atendendo a reivindicação dos professores municipais, agradecemos atenciosamente. Segue em anexo memorando da Secretaria Municipal da Fazenda” (citado acima).

 

Certamente dependerá do que for apresentado nestes dias como proposta ao professorado, pela administração municipal, e do entendimento entre as partes, o advento do início do ano letivo 2014, marcado para 24 de fevereiro próximo, data em que a categoria já anunciou que reiniciaria com o movimento de protesto, caso não fosse atendida pelo Executivo.

 

Por: Silvio Bermann
Setor de Jornalismo: portal@qwerty.com.br 

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
×

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios